(...) But everything looks better when


the sun goes down.
- "A verdade pura e simples.
Raramente é pura e nunca simples de fato.
O que um garoto pode fazer
Quando mentira e verdade são ambas pecado?"

Will & Will (Um nome, um destino)

- "É preciso crer, mas não crer em mentiras, nem em suposições, é preciso crer em si mesmo, ter autoconfiança, e por mais absurdo que pareça, buscar sempre impor-se limites, desde que sejam altos, e por mais difícil que seja o ideal é sempre buscar superá-los. Enfim, é assim que funciona a vida, uma máquina inconstante de idas e vindas, de crenças e descrenças, e de limites inalcançáveis."

Dom Casmurro. (via restituivel)

(Fonte: licantrupus)

Postado 29/jul./14 | 33.514 notas | reblog this | (originally / via)

(Fonte: dope-gif)


Postado 29/jul./14 | 2.804 notas | reblog this | (originally / via)


Postado 29/jul./14 | 16.984 notas | reblog this | (originally / via)

- "Tem dias que eu tô assim mesmo. Me tranco no quarto, me afundo nos travesseiros, coloco uma música no último volume, e que o mundo se exploda lá fora."

Thiara Macedo (sdpm)
Postado 28/jul./14 | 17.816 notas | reblog this | (originally / via)

- "Eu não sou perfeita! Tenho problemas, cometo erros. Magoo pessoas e sou magoada. Sim, por trás desse sorriso existem pensamentos suicidas. Por trás do modo acolhedor, existe uma menina perdida, chorando e precisando simplesmente de um abraço. Por mais que ela pareça se recusar, ela só precisa de alguém forte o bastante para agarrá-la a força e dizer que está tudo bem. Dizer que vai ficar tudo bem."

Coração de gelo. (via reciproco-pensamento)

(Fonte: estalagmite)

Postado 28/jul./14 | 627 notas | reblog this | (originally / via)

- "Sou um acúmulo de emoções e sentimentos escondidos. O mundo faz isso comigo. De acordo com as regras (banais) dos humanos de hoje em dia, nunca fui uma pessoa normal, eu digo, não sou uma “cobaia mal pensante”. Não sigo os princípios dessa sociedade hipócrita que só pensa em dinheiro e levar vantagem em tudo. Sim, nasci no século errado. Sou do tempo (ou grupo de pessoas que não são robôs) em que se acredita em sentimentos; dos que sentem, e que procuram antes de tudo olhar o interior, até mesmo antes de grandes seios como melões saltando de blusas em fotos de redes sociais. Sou eu mesma, digo, não sou uma modinha barata em que todos se entregam. Gosto de pessoas que são como elas são, não gosto daqueles robôs que fazem tudo que a sociedade manda: não sentem, não vivem, apenas aceitam essas regras banais. Não sou uma pessoa normal, eu sei disso. Se for parar pra pensar, segundo as “pessoas normais” dessa sociedade, eu sou doente, idiota e babaca. Mas na verdade, não sou doente. Só tenho um coração e pertenço ao grupo dos “anormais” que tem sentimentos e que sabem que a essência da vida: É ser apenas nós mesmos."

Layne Sales (C’est la vie mes amis). (via reciproco-pensamento)

(Fonte: lienss)

Postado 28/jul./14 | 22 notas | reblog this | (originally / via)
what? no. i’m just used to being your girl. i mean, not your girl, girl. your girl. i know it sounds like the same word, but it means something different in my head.
hey.  you  will  a l w a y s  be  m y  g i r l,  felicity.

(Fonte: emiliaclarke)


Postado 27/jul./14 | 1.290 notas | reblog this | (originally / via)

- "Seja ridículo, mas seja feliz e não seja frustrado. Pague mico, saia gritando e falando o que sente, demonstre amor. Você vai descobrir mais cedo ou mais tarde que o tempo pra ser feliz é curto, e cada instante que vai embora não volta mais. Não se importe com a opinião dos outros. Antes ser um idiota pra as pessoas do que infeliz para si mesmo"

Arnaldo Jabor   (via nostalgias-surreais)

(Fonte: desacordad-o)

Postado 8/jul./14 | 8.371 notas | reblog this | (originally / via)

(Fonte: jamesbadgedale)


Postado 8/jul./14 | 781 notas | reblog this | (originally / via)

- "(…) Eu tenho medo de deixar de ser filha, de deixar de ser amiga, de deixar de ser menina, de deixar de ser estranha, de deixar de ser sozinha, de deixar de ser triste, de deixar de ser cínica. Eu tenho muito medo de deixar de ser."

— Tati Bernardi
Postado 7/jul./14 | 4 notas | reblog this |

»